Sinusite: sintomas e medidas de prevenção

A sinusite é a inflamação dos seios paranasais, que pode resultar de infecções (virais, bacterianas ou fúngicas) ou de reações alérgicas.

Os seios paranasais são espaços de ar dentro do crânio, localizados atrás da testa, nos ossos do nariz, bochechas, e olhos; quando inflamados, impedem que o muco saia fluidamente, aumentando a propagação de bactérias e outros germes na zona afetada.

Quais os sintomas mais frequentes da sinusite?

  • Congestão e bloqueio no nariz
  • Presença de pus amarelo ou verde nas secreções nasais
  • Dor de cabeça
  • Sensibilidade ao cheiro reduzida
  • Mau hálito
  • Tosse com expetoração, especialmente à noite
  • Sensibilidade (dor ao toque) e inchaço dos seios paranasais
  • Febre igual ou superior a 39 °C, nos casos mais graves

Como saber se tenho sinusite crónica?

O fator de distinção entre os tipos de sinusite é a sua duração. A sinusite aguda apresenta sintomas que duram até um mês, a sinusite subaguda de um a três meses, e a sinusite crónica mais de três meses (pode até levar anos).

Uma infecção bacteriana ou fúngica pode levar a uma inflamação agravada e à sinusite crónica. A propagação de um abscesso de um dente superior para o seio paranasal acima do dente, pode causar sinusite crónica do seio maxilar.

Como tratar a sinusite quando os sintomas não melhoram?

Se os sintomas da sua sinusite insistem em permanecer, mesmo praticando uma higiene nasal cuidada e assídua, deve recorrer a ajuda profissional. Dependendo da sua situação, o médico poderá prescrever terapia medicamentosa, nomeadamente antibióticos.

Nestes casos, pode recorrer a um especialista do Dr.Online, agendando uma Consulta das Alergias.

Deverá consultar um médico rapidamente se os seus sintomas incluem mal-estar, febre e calafrios. 

Como prevenir e aliviar os sintomas da sinusite?

Há algumas medidas de prevenção para reduzir a probabilidade de desenvolver sinusite, e que também servem para o alívio de sintomas quando estes estão no início.

A higiene nasal é muito importante e altamente preventiva. Pode comprar na farmácia um kit de lavagem nasal, procedendo à limpeza das vias nasais de manhã e à noite, e ir repetindo durante o dia, se achar necessário.

Beber muita água também ajuda o corpo a permanecer hidratado, e a libertar o muco do nariz.

A inalação de vapor de água, além de ser agradável e relaxante, é bastante benéfica para as vias respiratórias. Pode permanecer mais tempo num banho quente, de modo a inalar calmamente os vapores, mesmo depois de desligar a água. Outra técnica é ferver água e despejá-la num recipiente, cobrir a cabeça com uma toalha, e ir baixando-a em direção aos vapores. Faça-o gradualmente e com cautela para evitar queimaduras.

Dormir com a cabeça inclinada, levantando-a com a ajuda das almofadas, é outra técnica para evitar o excesso de muco nas narinas durante a noite.

Os espaços com ambientes secos podem afetar bastante os seios paranasais; um humidificador ao pé da sua cama, e da secretária de trabalho, ajuda a prevenir a secura destes canais.

Uma medida que não deve ser esquecida: fazer sempre movimentos suaves ao limpar o nariz ou ao assoar-se. Se o fizer de maneira brusca, poderá irritar os canais nasais e aumentar a proliferação de bactérias nessa área.

Like it? Share it
Facebook
LinkedIn
Email
Print

Deixe um comentário

Links Importantes

Métodos de Pagamento

Todos os checkouts e processamentos de cartões em nosso site são realizados de forma segura. Apoiamos todos os principais métodos de pagamento, incluindo;
Visa Master card Discover Amex Paypal Bank transfer Klarna Multibanco Mbway

© Copyright DrOnline